Lula anuncia nova etapa de governo, a partir dos 100 dias, voltada para a classe média

Portal Plantão Brasil
20/3/2023 16:22

Lula anuncia nova etapa de governo, a partir dos 100 dias, voltada para a classe média

0 0 0 0

555 visitas - Fonte: Metrópoles

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta segunda-feira (20/3), que após os 100 primeiros dias de governo será preciso pensar em políticas voltadas à classe média. A fala foi proferida em cerimônia de relançamento do programa Mais Médicos, que visa suprir a carência de profissionais de saúde em regiões remotas do país (municípios do interior e periferias das grandes cidades).

Segundo Lula, os primeiros dias do governo se destinaram a resgatar políticas públicas que foram “desmontadas” nos últimos seis anos.

“Quando nós tivermos completado os 100 dias, nós já teremos recolocado na prateleira todas as políticas públicas que nós criamos e que deram certo para este país”, iniciou Lula em discurso, no Palácio do Planalto.

“A partir dos 100 dias, vai começar uma nova etapa na nossa administração. A partir dos 100 anos, nós vamos ter que começar a fazer coisas novas, nós temos que nos dirigir um pouco à classe média brasileira, porque no fundo, no fundo ela tem sofrido muito com os desgovernos deste país”, prosseguiu.

Na sequência, o mandatário defendeu a atuação de bancos públicos para promover investimentos.

“A gente vai ter falar muito e investir muito para gerar empregos. E para gerar empregos, é preciso a gente ter investimento. É preciso a gente ter crédito. E para ter crédito a gente vai precisar utilizar os bancos públicos para financiar o desenvolvimento deste país”.
x
Saúde e educação não cabem no teto de gastos

Na mesma fala, Lula defendeu que saúde e educação sejam vistos como investimento, e não gasto, e criticou limites ao orçamento das duas áreas.

“O Mais Médicos voltou, porque a saúde não pode ser refém de teto de gastos, juros altos ou cortes orçamentários em nome de um equilíbrio fiscal que não leva em conta o bem mais precioso que existe, que é a vida humana”, afirmou.

O petista disse ainda ser preciso mudar alguns conceitos e entender que alguns atrasos no país são decorrentes da visão de que determinadas medidas seriam um gasto.

“Você não pode tratar a educação como gasto, você não pode tratar a saúde como um gasto, porque não tem investimento maior do que salvar uma vida, do que um cidadão estar pronto para o trabalho. Ou seja, como é que você pode colocar uma coisa como a saúde dentro do teto de gastos? Qual é o preço que você paga de não cuidar das pessoas na hora certa?”, continuou.

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians