logo

5/10/2022 18:12

Pela democracia, FHC declara apoio a Lula no 2° turno

0 0 0 0

871 visitas - Fonte: Poder 360

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarou apoio a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no 2º turno. Ele se manifestou em publicação em seu perfil no Twitter.



O ex-presidente disse que sua declaração tem a ver com a democracia e com a inclusão social, promovidas por Lula.

“Neste segundo turno voto por uma história de luta pela democracia e inclusão social. Voto em Luiz Inácio Lula da Silva”, afirmou.

Lula agradeceu o apoio de FHC na mesma rede social. “Pela democracia e pela inclusão social. Obrigado pelo seu voto e confiança. O Brasil precisa de diálogo e de paz”, disse.



O PSDB, partido do ex-presidente, optou pela neutralidade neste 2º turno e liberou os diretórios estaduais para apoiarem quem eles preferirem no 2º turno.

Nesta 3ª feira (3.out), o governador paulista Rodrigo Garcia (PSDB), declarou apoio a Jair Bolsonaro (PL) no 2º turno. Seu antecessor, João Doria (PSDB), disse que iria votar nulo. Já o ex-governador José Serra (PSDB) declarou voto em Lula.

FHC e Lula se encontraram para um almoço em 2021. O encontro foi organizado pelo ex-ministro Nelson Jobim para falarem sobre democracia e “o descaso do governo Bolsonaro no enfrentamento da pandemia”.

Antes do 1º turno, em 22 de setembro de 2022, o tucano defendeu, em nota, o que chamou de “voto pró-democracia” nas eleições presidenciais de 2022. Na descrição do que considerava esse voto, citou pautas associadas a Lula.

APOIOS

Nesta semana, os partidos começam a definir seus apoios aos candidatos na disputa pelo Planalto no 2º turno. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conta com o apoio declarado de 13 siglas até 4ª feira (5.out.2022), enquanto o chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), com 4. Já entre os governadores eleitos em 1º turno no domingo (2.out.), 7 se alinharam ao atual presidente e 5, ao petista.

A maior parte dos apoios de cada candidato vem de suas respectivas coligações. Com o PT, estão o PC do B, o PV, o Solidariedade, o Psol, o Rede, o PSB, o Agir, o Avante e o Pros. A federação Rede-Psol oficializou seu apoio ao ex-presidente desde a pré-campanha do 1º turno. A coligação de Bolsonaro é composta pelo seu partido, o Progressistas e o Republicanos.

O PSDB, o MDB, o PSD, o Novo e o DC ficaram neutros e liberaram seus filiados. Alguns deles já se manifestaram publicamente, como o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que vai apoiar Bolsonaro, assim como o governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

Entre os candidatos à presidência derrotados, Ciro Gomes (PDT) afirmou, sem citar nomes, que vai acompanhar o partido, que se alinhou a Lula. Sofia Manzano (PCB) fez o mesmo.

Simone Tebet (MDB), que ficou em 3º lugar, ainda não se manifestou, mas deve apoiar Lula. Já Soraya Thronicke (União Brasil) não apoiará ninguém. Seu partido ainda não definiu.



No cenário dos Estados, Bolsonaro tem ao seu lado os governadores dos 3 principais colégios eleitorais do país: Cláudio Castro (PL) e Zema, reeleitos no 1º turno no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, respectivamente, e Rodrigo Garcia (PSDB), em São Paulo.

O atual presidente tem apoio declarado de 7 dos 15 governadores eleitos no domingo. Além de outros 4 que já estão no cargo atualmente e disputam o 2º turno. Lula, nesse cenário, tem só 5 eleitos e 4 governadores atuais.

Lula tem apoio de 3 governadores do seu partido: Fátima Bezerra, no Rio Grande do Norte; Rafael Fonteles, do Piauí; e Elmano, do Ceará. Além deles, Carlos Brandão (PSB) apoia o petista no Maranhão.






Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians