logo

21/9/2022 17:38

Mercado financeiro se anima com apoio de Henrique Meirelles a Lula

0 0 0 0

774 visitas - Fonte: Folha de São Paulo

Na segunda-feira (19), grupos de Whatsapp de donos do dinheiro se encheram de mensagens sobre "sinais de moderação" de Lula da Silva (PT). Algumas dessas pessoas até deram entrevistas e palestras animadas ou de pessimismo atenuado sobre o que pode ser a economia sobe um Lula 3. Tudo porque Henrique Meirelles declarou voto no petista.


Na terça-feira, a turma do "mas", do contra e os apenas sensatos apareciam para dizer que tal animação era bobice, por motivos variados. Era mesmo espuma de campanha eleitoral. No entanto, deu para discernir alguns sinais no meio do ruído desse zunzum.

Primeiro, que no curto prazo não parece tão difícil animar os povos do dinheiro, pois a mera presença de Meirelles em um comício lulista rendeu conversa. Segundo, parece que muita gente espera apenas alguma segurança, uma garantia pequena e melhorzinha, para comprar ativos financeiros ora baratinhos, como títulos da dívida pública e mesmo ações, e para retomar operações de abertura ou aumento de capital de empresas, que foram para o vinagre neste 2022.


Ou seja: com um pouco de esperteza, dá para começar o próximo governo com algum vento favorável, mui necessário, pois a coisa está feia, apesar da calmaria, muito pior do que em 2002-2003.

Isto posto e voltando aos miúdos, Meirelles não está sendo cogitado para coisa alguma porque ninguém no entorno de Lula sabe o que ele pretende fazer da economia, caso eleito. É o que petistas, outros próximos de Lula e gente da campanha repetem desde o início do ano.


Um velho petista bonachão, dos cabeças-fria do partido e muito próximo de Lula diz, rindo: "Olha, se alguém sabe de ministro da Fazenda e essas coisas, vou ficar magoado, porque não sei de nada e Lula nem deixa ter conversa sobre isso perto dele".

Muito petista estava, no entanto, fulo com a mera fofoca sobre Meirelles. Mas outros cabeças-fria do partido diziam que, mesmo para "ser ortodoxo", não é preciso colocar "banqueiro" no comando da economia, o que seria "afrontar" eleitores, partido e aliados. Seria possível mandar o mesmo "recado" com um petista ou similar no ministério, com "técnicos" importados da "ortodoxia", para usar os termos da conversa de petistas mais conformados, por assim dizer.


Especulações e "posicionamentos" há. Meirelles dança o passinho da aproximação com o lulismo faz meses. Agora oferece abertamente seus préstimos. Desde julho, há especulação sobre o presidente do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco.

Até metade do ano, o zunzum mais forte era sobre um ex-governador petista ou companheiro de viagem, um "político hábil", assumir a Fazenda, como vazam repetidamente petistas mais ou menos graúdos. Isto é, "alguém com capacidade de negociação com o Congresso".

(...)



Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians