logo

5/5/2021 19:09

Ex-ministro da Saúde, Teich afirma que a tese de imunidade de rebanho, defendida por Bolsonaro, é um erro

0 0 0 0

1584 visitas - Fonte: UOL

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou na tarde de hoje, em depoimento à CPI da Covid que a estratégia defendida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a "imunidade de rebanho" da covid-19 não deveria ser mantida.

Tese de imunidade de rebanho é erro. Imunidade você tem pela vacinaNelson Teich, ex-ministro da Saúde

O ex-gestor foi questionado em diversos momentos pelos senadores que compõem a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), a respeito da postura federal em recomendar medicamentos sem eficácia comprovada para os pacientes do coronavírus.



Na perspectiva de Teich, hoje é um "erro" continuar recomendando a medicação, após os efeitos não terem sido comprovados.

Ao ser perguntado sobre ter havido erro ou não na recomendação durante a sua gestão na Saúde dos mesmos medicamentos, o ex-ministro apontou que na época, a OMS (Organização Mundial da Saúde) ainda não havia sido contrária ao uso.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-CE) perguntou se a recomendação da cloroquina seria uma posição exclusiva do presidente Jair Bolsonaro, ao que Teich respondeu:

O presidente tem a posição dele de defender a cloroquina e ele mantém a posição deleNelson Teich



O senador Humberto Costa (PT-PE) também havia questionado se o presidente Bolsonaro havia adotado uma tese de que a maior transmissibilidade seria melhor para enfrentar a pandemia. O parlamentar, que é membro da CPI, citou um estudo da USP (Universidade de São Paulo) que aponta para os erros de estratégia do governo federal.

Nesse primeiro momento da sessão, Teich havia respondido que para dar uma opinião sobre o estudo, deveria entender qual foi a metodologia utilizada e que durante a sua gestão, essa não era uma questão discutida. O colegiado tem sustentado a hipótese de que Bolsonaro apostou na imunidade de rebanho e negligenciou a exposição da população brasileira de se contaminar.

"Na minha época, isso nunca foi colocado e nunca foi discutido como uma estratégia. Isso eu posso garantir" - Nelson Teich

O discurso de que a maioria dos brasileiros deveria se contaminar com a covid-19 foi repetida por Bolsonaro em diversos momentos, como forma de contrapor as medidas de isolamento adotada nos estados e municípios.



Bolsonaro defende uso do "kit covid"

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), assim como a atual gestão do Ministério da Saúde, gerida por Marcelo Queiroga, indicam o uso do "kit covid" para o "tratamento precoce" dos pacientes diagnosticados com a covid-19.

A azitromicina, a ivermectina e a cloroquina são medicamentos que compõe esse kit sugerido pelo governo federal, mesmo sem a eficácia comprovada para combater e prevenir a doença.

Em lives e aparições para apoiadores no Palácio da Alvorada, o presidente Bolsonaro mostrou a caixa da cloroquina e defendeu o tratamento do coronavírus pelo medicamento. Políticos que apoiam o presidente, como o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), membro da CPI da Covid, admitem que fizeram uso do medicamento para prevenir a doença.



Ameaça contra restrições

O presidente Bolsonaro ameaçou hoje editar um decreto contra as medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos para conter o avanço da covid-19.

Segundo o chefe do Executivo nacional, a decisão dele "não será contestada em nenhum tribunal". O discurso foi feito na abertura da semana das comunicações, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Bolsonaro disse que espera não precisar "baixar o decreto", mas caso seja necessário, "ele será cumprido com todas as forças" que todos os ministros dele têm.

Nas ruas, já se começa a pedir por parte do governo que ele baixe decreto e, se eu baixar um decreto, ele vai ser cumprido, não vai ser contestado por nenhum tribunal porque ele será cumprido. O que ele constaria no corpo? Constaria os incisos do art. 5Jair Bolsonaro

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians