logo

15/4/2021 16:33

Bolsonaro é acusado de crimes contra a humanidade no Parlamento Europeu

0 0 0 0

7575 visitas - Fonte: UOL

O presidente Jair Bolsonaro foi responsabilizado pela crise sanitária que vive o Brasil. Numa audiência nesta quinta-feira no Parlamento Europeu, deputados avaliaram a situação do país e apresentaram questões ao embaixador do Brasil na UE, Marcos Galvão.



A audiência ocorreu num momento em que, no Brasil, a perspectiva de uma CPI começa a deixar o Executivo preocupado. Na Europa, porém, a realidade é de que o Brasil representa uma ameaça sanitária global.

Uma das deputadas mais vocais na crítica foi a alemã Anna Cavazzini, eurodeputada pelo Partido Verde e vice-presidente da delegação do Parlamento Europeu para assuntos relacionados ao Brasil. "O que ocorre no Brasil é uma tragédia. Mas poderia ter sido evitada e baseada em decisões políticas equivocadas", disse.



Ela cobrou respostas sobre a morte de indígenas e o fracasso nas políticas, além de questionar o que o governo vai fazer para lidar com a fome. "A covid-19 virou uma crise social, com pessoas indo para cama com fome. O que o governo vai fazer sobre isso?", questionou.

A deputada ainda quer saber para onde vai hoje o dinheiro destinado pela UE para o Brasil. "Se Bolsonaro nega a crise e coloca medidas que impedem a ação contra a pandemia, para onde é que o dinheiro vai?", questionou.
O eurodeputado Miguel Urban Crespo foi ainda mais duro. "Bolsonaro declarou guerra aos pobres, à ciência, à vida e à medicina", disse. Segundo ele, a crise "tem causa política e tem um responsável".

"Vamos dizer claramente: a necropolítica de Bolsonaro é um crime contra a humanidade contra o povo brasileiro", disse. Para ele, é uma "autêntica vergonha" a UE continuar negociando um acordo comercial com o Mercosul.



Marcos Galvão, embaixador brasileiro, explicou a situação brasileira e foi claro em reconhecer a dimensão da crise no país. Ele citou o número de mortos diários e apontou como o mês de março foi especialmente letal. Galvão também deixou claro que o setor de saúde vive um momento crítico, que o desemprego bate recorde e alertou sobre a falta de oxigênio e insumos. Mas o embaixador insistiu que o foco precisa ser o acesso às vacinas e implorou por ajuda.

"Eu sou um servidor público de uma democracia", disse, lembrando que apresentou "dados transparentes". "Não vou falar de responsabilidades. Temos instituições sólidas que poderão fazer isso. O contribuinte me paga para buscar ajuda no exterior", afirmou.

O encontro ainda está ocorrendo e, ao longo do dia, esse artigo será atualizado.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians