logo

8/3/2021 18:26

PGR vai recorrer da sentença de Fachin, que devolveu os direitos políticos ao ex-presidente Lula

0 0 0 0

3720 visitas - Fonte: UOL

A PGR (Procuradoria-Geral da República) informou que vai recorrer da decisão do ministro Edson Fachin, que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A assessoria do órgão informou ao UOL que ingressará com o recurso e deve divulgá-lo em breve, mas não deu mais detalhes sobre a movimentação jurídica.



Com a decisão do ministro, Lula volta a ser elegível e está apto para disputar as eleições de 2022, caso queira.

Fachin concedeu hoje (8) habeas corpus a Lula e declarou que a 13ª Vara Federal de Curitiba, origem da Lava Jato, não tem competência para julgar os processos do tríplex de Guarujá (SP), do sítio de Atibaia (SP), e os dois relacionados ao Instituto Lula. Ele entendeu que os casos não se limitam apenas aos desvios ocorridos na Petrobras, mas também a outros órgãos da administração pública.

Agora, caberá à Justiça Federal do Distrito Federal analisar os quatro casos. A Lei da Ficha Limpa impede que o candidato concorra caso tenha condenações criminais ou em alguns casos de improbidade em segunda instância. No caso de Lula, o processo começará a correr a partir da primeira instância, em Brasília.



Em 2017, o então juiz da Lava Jato, Sergio Moro, condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá. A sentença foi confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), que aumentou a pena para 12 anos, e, posteriormente, pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), que reduziu o tempo de reclusão para 8 anos. Lula foi condenado no caso do sítio de Atibaia, também.

Segundo os procuradores, o imóvel passou por reformas custeadas pelas empresas Odebrecht, OAS e Schahin em benefício do petista e de sua família. Em troca, os três grupos teriam sido favorecidos em contratos com a Petrobras. Na primeira instância, Lula foi condenado a 13 anos, a segunda instância elevou a pena para 17 anos de prisão.



Apesar das condenações, Lula estava solto após decisão do STF que barrou prisão em segunda instância. Lula nega irregularidades.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians