logo

12/8/2020 17:09

Índice Fortune Global 500 tem mais empresas da China do que dos EUA pela primeira vez

0 0 0 0

1176 visitas - Fonte: Executive Digest

A mais recente edição do Fortune Global 500 conta, pela primeira vez, com mais empresas sedeadas na China e em Hong Kong (124) do que nos Estados Unidos da América (121). Se juntarmos também as companhias cujos escritórios principais são em Taiwan, a chamada Grande China passa a somar um total de 133 empresas.



Em 1990, quando o índice Fortune Global 500 foi elaborado pela primeira vez, havia apenas três empresas chinesas na lista. Volvidas três décadas e este mercado domina o ranking das maiores empresas do planeta. É importante lembrar, porém, que o Fortune Global 500 assenta nas receitas das companhias e que muitas das empresas presentes na lista são apoiadas pelo governo chinês, transformando-as em verdadeiros monopólios.





Também será importante considerar que receita não é o mesmo que lucro e que parte das empresas presentes no indíce até dá prejuízo. Pemex, Schlumberger, Softbank, U.S. Postal Service e Nissan são as maiores perdedoras deste ano.



Ainda assim, no total, as 500 maiores empresas do Mundo geraram 33,3 biliões de dólares em receita e 2,1 biliões de dólares em lucros, em 2019. Juntas, empregam 69,9 milhões de pessoas em todo o Mundo.





Walmart lidera a tabela com 523 milhões de dólares de receita. Os lugares seguintes são ocupados pelo Sinopec Group, State Grid, China National Pretolem e Royal Dutch Shell. O top 10 conta ainda com a Saudi Aramco, Volkswagen, BP, Amazon.com e Toyota Motor.





Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: BOLSONARO SOFRE SUA PIOR DERROTA!!



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians