logo

13/4/2020 11:47

Jornal NYTimes fala sobre estudo feito em Manaus descartando cloroquina

0 0 0 0

1845 visitas - Fonte: DCM

Pesquisa no Amazonas citada no NY Times mostra riscos elevados e poucos resultados da cloroquina
Publicado em 13 abril, 2020 8:25 am
Do GGN:

Um estudo de pesquisadores de Manaus, sobre a cloroquina, mencionado hoje pelo The New York Times, foi interrompido devido ao risco de complicações cardíacas fatais.

Segundo o jornal, “um pequeno estudo no Brasil foi interrompido precocemente por motivos de segurança, após pacientes com coronavírus que tomarem uma dose mais alta de cloroquina desenvolverem batimentos cardíacos irregulares que aumentavam o risco de arritmia cardíaca potencialmente fatal”.

O estudo foi feito com 81 pacientes hospitalizados em Manaus, e financiado pelo governo do Amazonas. Foi publicado no medrxiv, um site de publicações médicas especializadas.

Selecionados em um universo de 400 pacientes, os 81 pacientes foram divididos aleatoriamente e divididos em dois grupos: um recebendo alta dose oral de cloroquina por sonda nasogástrica; outro recebendo baixa dose. Além da cloroquina, receberam ceftriaxona e azitromicina.


O grupo que recebeu maior dosagem registrou maior taxa de mortalidade, de 17% contra 13,5% do grupo de dosagem mais leve, uma relação de 95% com a letalidade dos pacientes não incluídos no teste. Esses resultados levaram o grupo a suspender os testes.

https://www.nytimes.com/2020/04/12/health/chloroquine-coronavirus-trump.html

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: MORO E DELTAN PODEM SER PRESOS! LAVA JATO INVESTIGOU ILEGALMENTE MINISTROS DO STF!



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians