logo

12/12/2016 22:49

15 testemunhas inocentam Lula, Aécio é delatado novamente e seu amigo Moro dá chilique com advogados de Lula

O juiz federal Sérgio Moro e os advogados do ex-presidente Lula discutiram em uma audiência de testemunhas que ocorreu nesta segunda-feira (12). No momento mais tenso da discussão, o juiz levantou a voz e chegou a gritar com o o advogado Juarez Cirino dos Santos, um dos defensores do ex-presidente.



A divergência ocorreu por conta de uma pergunta feita pelo procurador Paulo Roberto Galvão de Carvalho para a testemunha Mariuza Aparecida da Silva Marques, engenheira civil da OAS que trabalhou no tríplex que o Ministério Público Federal diz ter sido dado a Lula como um presente da empreiteira.

Moro se descontrola exatamente no momento em que percebe que sua perseguição ao ex-presidente é inútil. Todas as 15 testemunhas o inocentaram no caso do triplex e, pior, seu amigo Aécio Neves foi delatado nos últimos dias assim como toda a base do PSDB que ele tanto apoia.



Para piorar, a votação do projeto de lei que pune abuso de autoridades do judiciário deve ser aprovado e a ONU está no pé de Moro. Ele já percebeu que deve ser descartado e entrará no esquecimento profundo.


MAIS
» Direto da Espanha: Presidente do Brasil recebe R$ 1 milhão em propina e pode cair
» E se fosse Lula e não Temer que tivesse recebido cheque de 1 milhão em propina, o que faria Moro e a Globo?
» Bairros de Caruaru ficam sem médicos após fim de contrato de cubanos

325032 visitas - Fonte: Plantão Brasil

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians